quinta-feira, 26 de maio de 2011

Vamos lá a ter calminha...

Eis o que Dias Ferreira disse à rádio TSF sobre o nosso novo treinador, Domingos Paciência: "É natural que um treinador com o currículo dele dê entusiasmo. Tem categoria. É preciso haver esperança".

Tenho a dizer que em três frases, duas são totalmente verdade, mas a primeira nem por isso. Que currículo tem Domingos? Foi a uma final da Liga Europa, de onde saíu derrotado, e conquistou um segundo e um quarto lugar no campeonato nacional com o Braga. Fez também boas campanhas com a União de Leiria e a Académica, mas sejamos realistas: não tem um único troféu no seu armário.

Bem sei que comparando com os recentes treinadores que passaram pelo Sporting, este senhor é praticamente um campeão europeu, mas o facto é que apesar de ter provas dadas em equipas de menor orçamento, não tem um currículo extenso nem tão ilustre quanto isso.

That being said, ninguém tem mais esperança ou vê com mais optimismo o futuro do Sporting do que eu, garanto-vos. Mas é preciso ter calma, ou se me permitem a chalaça, alguma paciência. Não queiramos cair no erro do outro clube da segunda circular e empolar tudo e todos ao mínimo sinal positivo.

5 comentários:

joão kiko disse...

Aproveito para dizer que o Jesus também não tinha currículo aquando da sua transferência para o Benfica.

joaokiko

kevs disse...

É verdade que Domingos não tem currículo (títulos) nenhum, mas também tem uma curta carreira, passada em clubes que, por regra, não lutam por títulos. Confesso que neste momento tenho muita esperança neste treinador, mesmo que há algumas semanas atrás não tivesse. Talvez seja o efeito empolamento do final de época espectacular no Braga.

Mas não podemos passar do 8 para o 80. Não entro em euforias exageradas. Este plantel precisa de ser reforçado (com verdadeiros reforços), seja quem for o treinador. Não esqueço que foram prometidos determinados jogadores, que até ao momento não veio nenhum (falando-se que alguns poderão ser 'desviados' para os rivais).

Estou entusiasmado, mas ainda há muito a fazer para recuperar a minha confiança.

Abraço,
kevs

Leão de Alvalade disse...

Manuel,
O Domingos tem 7 anos de carreira como treinador por isso não se pode dizer que não tem curriculum, o que não é a mesma coisa que dizer que não tem títulos. Parece-me que é a+i que radica a confusão da análise.

E que é inegável no curriculum de Domingos é que, em regra, Domingos tem alcançado os objectivos para os quais foi contratado e nos últimos 3 anos consecutivos até tem superado. Isso, quanto a mim, é que deve ser avaliado no seu curriculum.

O 7º lugar da Académica é o melhor dos últimas décadas e os 2 anos em Braga são os melhores de um clube com 100 anos de história.

Isso não são troféus, ou pelo menos tão importantes?

Se ele fizesse o mesmo no nosso clube ficaríamos todos satisfeitos, estou certo.

No mais concordo, é preciso ter calma e paciência.

Leão Justiceiro disse...

É como o André Villas-Boas. Quando foi para o Porto tinha quilos de troféus conquistados, não era?

Olha, agora já tem quatro.

Vale tudo para dizer mal...

Manuel disse...

Leão Justiceiro, deixa-me dizer-te que não te percebo.
Fiz o demais possível para deixar claro que ACREDITO NESTE TREINADOR, só quis realçar o facto de ser preciso calma e paciência e não nos deixarmos empolar demasiado.
Só isso.
"Vale tudo para dizer mal"? Amigo, pensa e lê bem antes de dizer isso, porque eu não estou de todo a dizer mal. Apenas aconselhei calma quando vejo meio mundo sportinguista a dizer que agora é que é, que esta direcção nos vai dar N títulos, que o Domingos é o segundo advento de Jesus Cristo (veio uns dias atrasados o filho do senhor), e que vamos ser campeões já na próxima época.
Ninguém quer isto mais que eu! Mas o Sporting está fragilizado, e eu sinceramente prefiro recuperar devagar e bem do que depressa mas atabalhoado.
Volto a dizer: acredito neste treinador, gosto do seu perfil e do que atingiu na sua curta carreira, mas é preciso deixar respirar este novo Sporting e dar tempo para crescer com boas bases.