domingo, 29 de março de 2009

Congresso Leonino - Primeiras Impressões

Chegado do Congresso há cerca de 2 horas, deixo aqui as primeiras impressões.

Antes de mais, há que realçar o clima pacífico e de entendimento em que decorreram os trabalhos e o modo como, pelo menos na secção "Socios e Adeptos", em que participei, as pessoas falaram, discordaram, mas souberam manter o civismo e clima construtivo.

O dia de sabado foi passado na discussão das recomendações nas várias Secções. O de hoje foi dedicado á votação por todos os delegados das recomendações que resultaram dos trabalhos efetuados no sabado. No que se refere ao dia de hoje, penso que muito há a melhorar num futuro Congresso. Foram aprovadas diversas recomendações contraditórias (por exemplo a da venda de participações do clube na SAD vs. recomendação 9 saída da Secção "Socios e Adeptos") e em muitos casos deu-me a impressão que as pessoas não estavam minimamente cientes daquilo que estavam a votar (só por isso compreendo o chumbo da recomendação do João Pedro Silva e do Frederico Abreu, no sentido de a gestão do Clube dever estar focada no Sócio). Aspecto a melhorar no futuro...

Alem disso, muitas das recomendações aprovadas têm mais de caracter operacional do que de linhas estrategicas, ao contrario do que se esperaria deste Congresso!

No que se refere à discussão das recomendações no sábado, na Secção em que participei, "Socios e Adeptos", realço a boa condução dos trabalhos pelo João Pedro Varandas e as intervenções brilhantes do João Pedro Silva, nomeadamente quando aos 2 pontos mais polemicos: a questão das Assembleias Gerais Delegadas e a das referendárias.

Basicamente, a serem consagradas as recomendações aprovadas, isso significará que os socios passarão a ter participação directa nas AG eleitorais e nas referendarias e indirecta nas restantes, em que estariam representados por socios a eleger pelo metodo de Hondt (200 a 250), socios esses que seriam eleitos a partir das listas apresentadas na eleições. Deixaria de haver debate em AG com esta metodologia!

As AG referendarias seriam efectuadas para temas fracturantes como alienações de património e participações sociais ou alterações de estatutos. Seriam precedidas de debate previo e de divulgação das varias posições no jornal do clube!

Concordo com a questão das AG referendarias, mas...a experiencia diz-me que a ser consagrada, deve ficar claramente definido nos novos estatutos o timing e metodologia dos esclarecimentos a efectuar e a garantia e de que quem é a favor e contra tem espaço para publicar e discutir as suas ideias. Se o modus operandi que for adoptado nos estatutos garantir estas questões, votarei a favor da alteração de estatutos, na AG que for marcada para o efeito. Caso contrario, votarei contra!

Quanto ás AG delegadas, sou absolutamente contra. Representam o afastar dos socios da vida clube e não trazem qualquer valor acrescentado. Alias, nem na simplificação da realização das assembleias há valor acfrescentado, dado que hoje já são muito pouco concorridas. Alem disso, a adoptar-se esta metodologia, então os socios deveriam poder autonomamente apresentar candidaturas á AG delegada em vez de serem eleitos em listas ligadas ao acto eleitoral, já que quem hoje tem o poder executivo vai também ficar na mão com o poder de controlo sob si proprio. Votarei contra alterações estatutárias que prevejam esta disposição, como já votei contra ela no congresso!

Quanto ao resto, temos reforço do poder dos Nucleos, reforço do direito dos socios correpondentes, fim dos Socios atletas (não me parece bem), recomendação que os jogos de futebol se joguem á tarde (acham mesmo que Olivedesportos vai deixar?), fim implicito do Conselho Leonino (não há nenhum recomendação nesse sentido, mas com as AGs estaturias e Delegadas, qual será o papel do CL?), entre varias outras recomendações aprovadas de teores diversos.

No que refere à Secção "Sustentabilidade Financeira" dou a palavra ao Miguel, caso pretenda deixar aqui as suas impressões. Lamento de qualquer modo o modo como o João Mineiro terá sido tratado nesta secção, por ter uma opinião diferente do "politicamente correcto", a acreditar em vários testemunhos que fui ouvindo... Ter uma opinião diferente não é facil, principalmente quando se lida com massas instrumentalizadas que não querem sequer ouvir...

Realço ainda o forte papel que o Congresso achou que as Modalidades Amadoras devem ter no Sporting do futuro. lamento o ar de enfado e gozo com que o Presidente esteve aquando da aprovação de recomendações deste teor. Deploravel!

Em breve, deixarei aqui outros testemunhas da minha passagem pelo congresso! De qualquer modo foi positivo, apesar de achar que esteve longe de atingir os objectivos que eu pessoalmente esperava da sua realização.

Sei que o amigo Virgilio Bernardino esteve no Congresso (vi a assinatura do painel à entrada do auditorio). Tenho pena de não ter falado contigo (se tivesse o numero, tinha ligado). Fica para uma próxima oportunidade!

8 comentários:

jvl disse...

JG,

Obrigado pelas primeiras impressões do Congresso. Deplorável a postura de FSF. E ainda vai a jantares das modalidades dizer que aquele é o seu SCP? É uma hipocrisia.

ghp disse...

Eu acho que nos devemos mobilizar pra chumbar qualquer alteração aos estatutos proposta por esta direcção. Tudo isto é muito suspeito. Estão de saída e querem alterar os estatutos à pressa e sem debate?

Muito cuidado!...

Dia 17, votarei NÃO!

Leão de Alvalade disse...

Caro JG:

Antes mais os meus parabéns pela participação neste momento histórico da vida do clube.

Os ecos mais relevantes do Congresso, para quem esteve fora, acabaram por ser a indisponibilidade de Bettencourt, cujas palavras merecem reflexão. A indignação de AMendes e a comunicação pouco profissional que se sucedeu ao encerramento da reunião.
SL

Virgílio Bernardino disse...

Amigo JG:

Tentei encontrar-te, nomeadamente durante o almoço volante de sábado, mas aí, a confusão era tal que não o consegui. Procurei malta das reuniões da UBL mas não vi ninguém. Nem o JPS, Luisinho, Castaño, Verdão...

Foi uma pena não nos termos encontrado. Para mim o Congresso aconteceu numa altura muito atarefada o que não me permitiu preparar a deslocação a Santarém com mais cuidado. Poderiamos ter trocado contactos, por exemplo, mas qundo se deixa tudo para a ultima acontecem estas coisas. Também estou certo de que haverá mais oportunidades. Ainda esta época vou ver um jogo a Alvalade. Só me falta dicidir a qual dos quatro que faltam. :)

Se me deres o teu e-mail faço-te chegar o meu n.º de telemóvel.

Gde Abraço!

JG disse...

Virgilio, jmlimagomes@netcabo.pt.

João Pedro Silva disse...

Virgílio:

Foi de facto uma pena. Só por curiosidade, jantamos todos juntos e assistimos durante o mesmo ao jogo da Selecção. E a nossa mesa tinha vários lugares livres.

Fica para a próxima.

Abraço,

JG disse...

O jantar de que o João Pedro fala está documentado na página 18 do Tecord de domingo. Somos a primeira mesa ao centro, na fotografia!

JG disse...

Record e não Tecord!