terça-feira, 22 de março de 2011

Porque voto Bruno de Carvalho

Dia 26 de Março votarei Bruno de Carvalho e divido as minhas razões em 3 categorias:
- Projecto apresentado pelo Bruno de Carvalho
- Mote da campanha eleitoral
- Pontos fracos das outras candidaturas

Projecto apresentado

Apresento aqui os 11 pontos mais relevantes que me fazem defender este projecto:
1.Candidatura composta por elementos sem qualquer ligação à gestão dos últimos anos
2.Defende o fim da promiscuidade entre SCP e Credores (bancos)
3.Reorganização da estrutura empresarial, com apresentação aos sócios do organograma das empresas do Universo Sporting e das contas consolidadas
4.Auditoria financeira e de gestão ao universo Sporting
5.Garantia de manutenção de 51% da SAD no SCP (em risco após operações com VMOC’s)
6.Alinhamento da formação com equipa profissional (aposta da equipa B e imposição de um modelo táctico transversal)
7.Estrutura profissional para o futebol composta por verdadeiros sportinguistas (Inácio, Virgilio, Couceiro)
8.Van Basten- Treinador conceituado, caracterizado por apostar num futebol atractivo e com ligações à formação. Virá também um preparador físico com cartas dadas no meio, acompanhando Van der Gaag (ligação ao futebol português), um treinador de GR holandês e Oceano (ligação ao Sporting)
9.Modelo de negócio (investimentos/contratações asseguradas pelo Fundo, Sporting apenas suporta os ordenados)
10.Aposta nas modalidades através da construção do pavilhão (com base num projecto sustentável)
11.Revisão do estatutos, valorizando o papel do sócio. Construção de uma sala de sócios condigna no novo pavilhão

Mote da campanha de Bruno de Carvalho

Não vimos ataques à equipa actual como vimos nos outros candidatos (Se ganhar basta uma vassoura e um cheque, Luis Duque)
Não vimos ataques aos sócios (Se acreditarem nos 50 milhões do fundo são burros, Carlos Barbosa)
Não vimos ataques às empresas de sondagens (a sondagem que dá vitoria a BC foi manipulada, Carlos Barbosa)
Não vimos chantagens aos sócios (Se BC ganhar exijo ao SCP os meus 5 milhões, Pedro Baltazar)
Não vimos ataques pessoais aos outros candidatos. As únicas críticas feitas a Pedro Baltazar e a Godinho Lopes baseiam-se no tempo em que estiveram no SCP

Pontos fracos das outras candidaturas

- Nenhuma delas explicou com irá fazer o reforço da equipa de futebol sem aumentar o endividamento do Sporting
- Elementos de continuidade da Lista de Godinho Lopes, com especial relevância para Filipe Nobre Guedes, responsável financeiro da actual direcção e de actualmente não termos contas consolidadas do Grupo nem uma auditoria financeira e de gestão ao mesmo Grupo
- Treinador Domingos Paciência – acho que não é um treinador com a experiência e força necessária para reverter a situação actual do clube. Além disso, tem uma óbvia ligação ao FCP
- Paulo Futre: nem imagino como será possível voltar ao Sporting.
- Relevância dada à remuneração do futuro presidente (como se isso fosse decisivo para a competitividade do clube)
- Promessas de bancada em vez do fosso e cor das cadeiras – tal como o BC já disse, retirar o fosso poderá nem ser possível por motivos técnicos. Alem disso seria preciso pagar ao arquitecto pela alteração do projecto inicial. Quanto às cadeiras, se o estádio encher, não ser verão as cadeiras
- Jogadores relacionados a Godinho Lopes e Pedro Baltazar (Drenthe, Hugo Almeida e Adriano) que comportam um risco elevado pelas suas últimas performances
- Em geral, e em conclusão, todas as 4 candidaturas restantes não apresentaram um projecto claro sobre o que pretendem para muitas das áreas do clube.

8 comentários:

Anónimo disse...

Não poderia concordar mais! Agora só estou à espera dos reforços que Inácio juntamente com Van Basten irão apresentar. Esperemos que boas contratações, deixo aqui a melhor contratação preço/qualidade em Portugal: BRUNO GAMA

Anónimo disse...

muito bem, aqui está uma declaração de voto que tenho de respeitar e com a qual estou de acordo em muitos pontos, embora pense que é mais sectário que o programa do próprio candidato.
Só para brincar um pouco com o nosso amigo MRL pergunto: grandes sportinguistas, Inácio? Virgílio? Couceiro? O Inácio foi uma grande glória do Porto que trocou o Sporting por $$$ (só vejo uma diferença para o Futre é que depois foi campeão como treinador) o Virgílio (aqui tenho uma verdadeira dúvida, mas como estou a brincar, posso perguntar: ele não saíu do Sporting para o Benfica? Confesso que não tenho a certeza disso, se me enganei, retiro o que disse. Quanto ao Couceiro é o menos mau dos 3 porque só foi para o Porto quando já era treinador do Setúbal.
Assim eu escreveria antes: com bons profissionais ou caso contrário seria perfeito que retirasse o ponto 7 da sua declaração.
Quanto ao ponto 1, não vejo nenhuma saúde em dividir os sportinguistas em pretos e brancos (referência da cor do cabelo) há muito sportinguista bom nos 2 lados da barricada e um Sporting dividido nunca será um Sporting forte.
Ponto 2, promiscuidade entre SCP e Credores, mas qual promiscuidade? Devemos uma pipa de massa aos bancos e a rapaziada insiste em assobiar para o ar, fingindo que os pretos agora vão passar a ser os donos da negociação e vão pagar as dividas em prestações suaves e sem juros (temos de olhar para este problema com os bancos e não contra eles). Será que o bom exemplo do SLB não vos diz nada? Acham que foi contra a banca que eles arranjaram a massa para constituírem a equipa, até aceitaram uma coisa que no Sporting seria impossível, terem gestores sportinguistas a gerirem o SLB (e de uma forma muito positiva).
Quanto aos outros pontos estamos de acordo, apenas faço votos para que em caso de vitória do BC seja mesmo assim, ou seja, cumprido.
Veremos e com um Olho de Leão.

almano disse...

Um Presidente ou um boneco falante?
Agora é tarde para terceiras vias e só há um que pode derrotar Godinho Lopes.
Quem não votar BRUNO DE CARVALHO (LISTA C) está, directamente ou indirectamente, a eleger Godinho Lopes.

jvl disse...

"- Nenhuma delas explicou com irá fazer o reforço da equipa de futebol sem aumentar o endividamento do Sporting"

E raras foram as vezes, se é que chegaram a ser, confrontadas com isto!! Fala-se tanto no fundo do BdC mas como as outras candidaturas vão arranjar dinheiro, não.

Que seja finalmente a hora de correr de lá para fora com estes "gestores de topo".

Gonçalo disse...

Texto muito bom. Irei partilhá-lo com o mundo sportinguista :)

SL

kevs disse...

Estava a ler no DN o debate ontem realizado, numa iniciativa conjunta com O Jogo, e na página dedicada a BdC o headline é: “Todos falam da origem do dinheiro… E o do Vaticano?”. Depois vou a ler concretamente a resposta e esta é: “Uma das coisas que mais tem sido falado nos últimos anos é qual a origem do dinheiro, e se a origem é legítima ou não, por exemplo no Banco do Vaticano”, o que não é a mesma coisa, e dá um sentido completamente diferente ao sentido da resposta.

Infelizmente a comunicação social tem este poder de manipulação (este foi só um exemplo, existem mais), o que nos obriga a estar atentos para poder juntar todos os (verdadeiros) elementos na decisão do que é melhor para o nosso Clube.

MRL disse...

Caro Anónimo (2º comentário),
Inácio: Fez mais jogos no SCP que no FCP (168 contra 157). A diferença é que o Porto ganhou mais. No entanto, nunca deixou de mostrar o seu sportinguismo. É o sócio 4791! E já agora acrescento algo que vi: numa visita a um núcleo, e vendo várias equipas do SCP dos anos 70, o Inácio começou a dizer os nomes dos jogadores de uma ponta a outra. O homem respira SCP!
Virgilio: Tirando o SCP, só jogou no Famalicão e Braga.
Não retiro o ponto 7 porque não são os clubes ou a história que definem se são ou não sportinguistas. São principalmente as atitudes e a forma de estar. Estes 3 são grandes leões ao contrário de outros que representam outras listas.
Promiscuidade? É ter quadros dos principais credores nos nossos órgãos sociais. Isso é promiscuidade. Teremos sempre que ter relações com a banca, mas de igual para igual. Temos de pagar o que devemos mas sem ter conflitos de interesses. Para mim é mais do que evidente.
Deixo-lhe aqui uma garantia: caso BC vença serei sempre um dos mais fortes observadores e críticos da sua gestão. Lá porque o apoiei não quer dizer que o grau de exigência baixe, muito pelo contrário. E neste blog, contamos com o vosso apoio para isso.

Amigo Kevs,
A comunicação social é tendenciosa e está, sem a mínima dúvida, a puxar por alguns candidatos. Será engraçado ver o que irá acontecer dia 27 se o BC vencer.

Nuno Figo disse...

Gostei de ler.

Como elemento externo desta eleição (sou benfiquista até à ponta dos cabelos), deixo para quem quiser ler a minha opinião sobre o acto eleitoral no Sporting e actuais candidatos.

Antes demais, penso ser de louvar que hajam tantos nomes disponíveis para a presidência. Apesar de por lá poderem estar candidaturas oportunistas, não deixa de revelar que o clube está vivo e é apetecível. Enquanto assim for, o Sporting tem futuro (e assim se deseja).

Sobre os candidatos:
- Godinho Lopes, por muito que o negue, é a continuidade. No projecto, nos apoios, no discurso. Manter o Sporting com a mesma linha de rumo é rumar em direcção à "belenização".

- Dias Ferreira, que me perdoe, está fora de prazo. Quem sabe, poderia ter sido um bom presidente, no passado. Agora, é um homem amargo, com um discurso inflamado contra tudo e contra todos. O seu projecto parece amador e assenta numa figura - Paulo Futre - que (sportinguista ou não, quem sou eu para o dizer) nunca me pareceu muito inteligente (e que nunca escondeu que a sua grande paixão é... o Paulo Futre).

- Pedro Baltazar é um tresloucado perigoso. A história da bancada Vitor Damas é prova da sua total falta de credibilidade.

- Abrantes Mendes é provavelmente um bom presidente da Assembleia Geral, mas tudo menos alguém que mostre ter o pulso que o SCP precisa neste momento. Bom rapaz, revela bom senso... pelo que seria comido vivo pelos interesses instalados no universo Sportinguista. Simpatizo com a pessoa, mas... não dá.

- Bruno de Carvalho: é o melhor ou o menos mau (como preferirem). Tem um projecto aparentemente firme. Representa uma rotura com o passado. Creio ser um candidato "arriscado" (a seguir a Pedro Baltazar, mas esse nem comento), mas sou da opinião que o Sporting precisa de arriscar para melhorar. Discordo de alguns nomes (Inácio?!? Blhac. Van Basten parece-me um Quique Flores), tem uma postura algo arrogante... mas é a mudança. E basta isso. O Sporting tem que mudar.

Vou acompanhar com curiosidade o resultado.

E desejo-vos, com sinceridade, a melhor das sortes. O nosso futebol precisa que o Sporting volte a ser o 2º grande de Portugal (desculpem lá, foi mais forte que eu).

Abraços